No aniversário da Reforma, precisamos de uma nova reforma.

No dia 31 de Outubro de 1517   Martinho Lutero pregou as 95 teses na Capela de Wittenberg, dando inicio a Reforma Protestante. Baseando-se na verdade da justificação pela fé, Deus usou Martinho Lutero para protestar contra as indulgências, penitências e toda a escuridão perpetuada pela Igreja Católica de seus dias. Os pilares da Reforma conduziram o processo das igrejas históricas:
1- Sola Scriptura- Somente as Escrituras
2- Sola Gratia- Somente a Graça
3- Sola Fide- Somente a Fé
4- Solo Christi- Somente Cristo
5- Soli Deo Glória- Somente a Deus a Glóra
Verdades que precisam constantemente serem relembradas e vividas.
494 anos depois, celebramos esse tempo especial, mas precisamos refletir o momento em que vivemos, esse é um tempo onde os pliares tem sido questionados, não teológicamente, pois ninguém tem coragem de negá-los, mas o questionamento vem pela prática das igrejas neo-pentecostais e de tantas outras espalhadas pela nossa nação.


Somente a Graça-  somos salvos pela graça,  mas nos nossos relacionamentos com os homens e com Deus somos conduzidos pela lei, pelas neuroses e pelas culpas, que nos fazem viver uma vida que não entende o que é a graça de Deus, parece que no nosso entendimento somos salvos pela graça e entregues a lei novamente dessa maneira profanando o sacrificio de Jesus.


Somente a fé- O justo viverá pela fé, mas o que vemos na maioria das igrejas hoje é uma corrida frenética para garantir o seu, nos baseamos em tudo menos na fé salvifica que muda as nossas vidas. A fé do nosso tempo não é a fé em uma pessoa, mas é a fé na fé, que não passa de uma mandinga, de uma experiencia de confissão positiva que não leva em conta que a fé é dom de Deus, é algo outorgada por Ele para a nossa salvação e para o nosso crescimento.


Somente as Escrituras. A Bíblia ? Hoje temos Bíblias  para todos os tipos e gostos, todas as cores e temas, mas vivemos um analfabetismo biblico, onde a Bíblia para muitos não passa de um amuleto que serve para proteção, ou um livro onde Deus fala, mas na verdade não conseguimos entender.
Esquecemos esse pilar da Reforma que levou Lutero antes de ser excomungado da igreja Católica dar essa declaração na Dieta de Worns: " ...a minha consciência está tão ligada e cativa destas Escrituras que são a Palavra de Deus, que não me retrato nem posso me retratar de absolutamente nada, considerando que não é piedoso nem legítimo fazer qualquer coisa que seja contrária à minha consciência. Aqui estou e nisto descanso: nada mais tenho a dizer. Que Deus tenha misericórdia de mim!”.
E no processo final da excomunhão dizer: " Estou atado as Escrituras" .
Em muitos púlpitos e na igreja que está na TV o que menos se vê é esse pilar da reforma. Há um retrocesso trazendo de volta escuridão.


Somente Cristo- Há uma confusão hoje sobre quem é Jesus, a pergunta feita a Pedro ainda precisamos responder em meio a uma data tão importante: " Quem vocês dizem que eu sou?". A igreja tem falado sobre Jesus, mas qual é o Jesus sobre quem estão falando? Há uma grande variedade de Jesuses vindo a tona hoje, para todos os tipos e gostos. Mas a centralidade de Cristo e da sua cruz tem perdido espaço em nosso púlpitos e em nossa prática.

Somente a Deus a glória - Será que hoje naquilo que temos feito em meio a esse "circo evangélico", Deus tem recebido toda a glória? Essa é a busca constante, constante de glória para si mesmo. O que vemos é a   briga dos "cachorros grandes gospels" que estão na televisão, não buscando a glória do Deus único, mas a sua própria glória. O único problema é que o nosso Deus "não divide a sua glória com ninguém".
Nessa data tão especial a minha oração é para que Deus tenha misericórdia de nós e que não venhamos a nos esquecer de que sermos  reformados é estarmos nos reformando sempre a partir das Escrituras.
Sabe o que precisamos na comemoração de 494 anos da Reforma Protestante? Voltarmos aos pilares da reforma! Que Deus nos ajude pois precisamos de uma nova reforma!

Um comentário:

  1. A humanidade se perde na conveniência de suas verdades!!
    Infelizmente!!!

    ResponderExcluir